Editorial

Carmem Feijó

Resumo


O entrevistado do volume 21 dos Cadernos do Desenvolvimento é o ex-presidente do Uruguai, Pepe Mujica, que abriu espaço na sua concorrida agenda para conversar, entre outros temas, sobre política latino-americana, a alienação pelo trabalho na economia de mercado, o papel da cultura no desenvolvimento econômico. A grande lucidez
sobre temas da modernidade e a larga experiência como militante político de esquerda fizeram de Mujica, atual senador do Uruguai, um dos políticos mais respeitados e admirados no mundo. A oportunidade de colher depoimentos de tão ilustre personagem da vida contemporânea foi uma grande honra para os Cadernos do Desenvolvimento.


Neste número concluímos a publicação dos textos debatidos no seminário Qual Desenvolvimentismo?, realizado em 2016,1 trazendo o artigo de Daniela Prates, Barbara Fritz e Luiz Fernando de Paula sobre as políticas desenvolvimentistas nos governos do Partido dos Trabalhadores, e o artigo de André Biancarelli e Flávia Filippin sobre o papel industrializante do Estado desenvolvimentista.

A seção de artigos apresenta cinco contribuições. A primeira discute o conceito de dependência a partir da análise da inserção da América Latina e da China no contexto internacional atual. O segundo artigo discute os determinantes da ruptura do modelo nacional-desenvolvimentista nos anos 1980. O papel do Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES) na política externa do governo do ex-presidente Lula é o tema do terceiro artigo deste número. O quarto artigo traz a temática do Nordeste através de uma análise da contribuição do investimento estrangeiro direto ao crescimento sustentável. O quinto artigo debate o conceito de perdas internacionais, utilizado por Leonel Brizola, como forma de enriquecer o debate acadêmico entre subdesenvolvimento e setor externo.

A resenha incluída neste número é do economista Fábio Guedes Gomes, professor de Economia Política da Ufal e diretor-presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas (Fapeal) sobre o livro de Luiz Gonzaga Belluzzo e Gabriel Galípolo, Manda quem pode, obedece quem tem prejuízo. Nas palavras de Fábio Guedes Gomes, o livro não trata apenas de contextualizar a grave crise financeira internacional iniciada em 2007-2008, mas apresenta uma forte crítica às teorias do mainstream econômico.

Novembro, 2017.

Carmem Feijó
Editora


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Carmem Feijó

Curta a página de CADERNOS do DESENVOLVIMENTO


CADERNOS DO DESENVOLVIMENTO é uma publicação do
Centro Internacional Celso Furtado de Políticas para o Desenvolvimento

Av. Rio Branco, 124, sl 1304, Ed. Edison Passos, Centro, Rio de Janeiro-RJ, 20040-001
Tel.: +55(21) 2178-9540
cadernos@centrocelsofurtado.org.br 

Indexado por

   

 

Associados Patronos do Centro Celso Furtado