A interlocução da política anti-inflacionária com o público: metáforas e analogias no discurso de Mário Henrique Simonsen

Andrea Cabello, André Santos

Resumo


Estudos de retórica têm enfatizado a importância de metáforas e analogias nos discursos em economia. Contudo, no Brasil, apesar do uso desses instrumentos literários serem comuns e da discussão de retórica em economia ser disseminada em círculos de estudos de metodologia, poucos estudos se concentraram nos tipos de metáforas usadas por economistas para descrever seus objetos de estudo. Da descrição da inflação como um dragão a ser combatido ou uma doença a ser curada por um “tratamento de choque” (uma política “cold turkey” – outra metáfora em si mesma que mostra que traduções nem sempre são fiéis), a análise de metáforas traz à tona o fato de que algumas ideias são universais enquanto outras são específicas no tempo e no espaço. Este trabalho tem o objetivo de analisar as metáforas e analogias usadas por Mário Henrique Simonsen, um dos mais importantes economistas brasileiros na segunda metade do século XX e frequente usuário de instrumentos literários. É analisado como isso influenciou a linguagem no debate em vários aspectos durante aquele período.


Texto completo:

PDF

Referências


ARIDA, P. (1984) A história do pensamento econômico como teoria e retórica. In: GALA P.; REGO, J. M. (Orgs). A história do pensamento econômico como teoria e retórica. São Paulo: Editora 34, 2003.

BACKHOUSE, R. Rhetoric. In: DAVIS, J.; HANDS, D.; MAKI, U. (Orgs.) The handbook of economic methodology. Cheltenham, RU: Elgar, 1998.

BOUMANS, M.; DAVIES, J. Economic methodology: understanding economics as a science. Basingstoke, RU: Palgrave MacMillan, 2010.

GRIMM-CABRAL, L. Metáforas e leitura. In: FORTKAMP, M. B.; TOMITCH, L. B. (Orgs.). Aspectos da linguística aplicada: estudos em homenagem ao Professor Hilário Bohn. Florianópolis: Insular, 2000.

HENDERSON, W. Metaphor. In: DAVIS, J., HANDS, D.; MAKI, U. (Orgs.) The handbook of economic methodology. Cheltenham, RU: Elgar, 1998.

JOHNSON, Mark; LAKOFF, George. Metaphors we live by. Chicago: Universidade de Chicago, 1980.

LESSA, C.; EARP, F. S. Mais além do II PND: o Instituto de Economia da UFRJ. In: COELHO, F. S.; SZMRECSÁNYI, T. Ensaios de história do pensamento econômico no Brasil Contemporâneo. São Paulo: Atlas, 2007.

MALHEIROS-POULET, Maria Eugenia. Os processos metafóricos do vocabulário da inflação no Brasil. Organon, vol. 9, n. 23, 1995.

MCCLOSKEY, D. Storytelling in economics. In: NASH, Christopher (Org.). Narrative in culture. The uses of storytelling in the sciences, philosophy, and literature. Londres: Routledge, 1990, p. 5-22.

_______. The rhetoric of economics. Journal of Economic Literature, vol. 21, n. 2, p. 481-517, jun. 1983.

OLIVERA, P. Metaphor and translation: a case study in the field of Economics. In: FERNÁNDEZ, Purificación; BRAVO, José Maria. La traducción: orientaciones lingüísticas y culturales. Valladolid: SAE, 1998.

PAULANI, L. Modernidade e discurso econômico: ainda sobre McCloskey. Revista de Economia Política, vol. 19, n. 4, p. 78-95, out.-dez., 1999.

_______. Economia e retórica: o capítulo brasileiro. Revista de Economia Política, vol. 26, n. 1, p. 3-22, jan.-mar., 2006.

SIMONSEN, M. H. Inflação: Gradualismo X tratamento de choque. Rio de Janeiro: APEC, 1970.

_______. Política anti-inflacionária: – A Contribuição Brasileira. Ensaios Econômicos da EPGE, n. 6. Rio de Janeiro, Fundação Getúlio Vargas, 1973.

_______. A Inflação brasileira e a atual política anti-inflacionária. Mimeo., 1979a.

_______. Teoria da inflação política anti-inflacionária. Mimeo., 1979b.

_______. Dinâmica macroeconômica. São Paulo: McGraw-Hill, 1983.

_______. Contratos salariais justapostos e política anti-inflacionária. Revista de Econometria, vol. 5, n. 2, p. 5-32, nov. 1985.

SOUZA, Ana Cláudia. A metáfora na área econômica. Revista de Estudos Linguísticos. Belo Horizonte, vol. 12, n. 1, p. 133-158, 2004.

WALLISER, B. Analogies. In: DAVIS, J.; HANDS, D.; MAKI, U. (Orgs.) The Handbook of Economic Methodology. Cheltenham, RU: Elgar, 1998.

WEINSTEIN, M. Economists in the media. Journal of Economic Perspectives, vol. 6, n. 3, p. 73-77, verão 1992.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Andrea Cabello, André Santos

Curta a página de CADERNOS do DESENVOLVIMENTO


CADERNOS DO DESENVOLVIMENTO é uma publicação do
Centro Internacional Celso Furtado de Políticas para o Desenvolvimento

Av. Rio Branco, 124, sl 1304, Ed. Edison Passos, Centro, Rio de Janeiro-RJ, 20040-001
Tel.: +55(21) 2178-9540
cadernos@centrocelsofurtado.org.br 

Indexado por