Desenvolvimento nacional, políticas regionais e o poder de decisão segundo Celso Furtado

Carlos Brandão

Resumo


As problemáticas nacional e regional são mais do que decisivas e atuais no Brasil. São recorrentes, se entrecruzam e se confundem, se tornando constitutivas e cruciais para qualquer reflexão acerca de possíveis alternativas estratégicas futuras de desenvolvimento para o País. [CONTINUA]


Texto completo:

PDF

Referências


Livros

ALENCAR JR., J. S. (org.) (2005). Celso Furtado e o desenvolvimento regional. Fortaleza: Banco do Nordeste do Brasil (BNB).

AMIN, A. (2007). Política regional em uma economia global. In: DINIZ, C. C. (org.) (2007). Políticas de desenvolvimento regional: desafios e perspectivas à luz das experiências da União Europeia e do Brasil. Brasília: Editora da Universidade de Brasília.

ARAÚJO, T. B. (2009). Desenvolvimento regional no Brasil. In: CENTRO INTERNACIONAL CELSO FURTADO (2009). O pensamento de Celso Furtado e o Nordeste hoje. Rio de Janeiro: Contraponto.

BRANDÃO, C. (2007). Território e desenvolvimento: as múltiplas escalas entre o local e o global. Campinas: Editora da UNICAMP.

FERNÁNDEZ, V. R.; BRANDÃO, C. (2009). Desarrollo regional y escalas espaciales. Buenos Aires: Miño y Dávilla Editores/ UNL.

FURTADO, C. (1966). Teoria e política do desenvolvimento econômico. São Paulo: Abril Cultural, 1983.

______. (1974). O mito do desenvolvimento econômico. São Paulo: Paz e Terra.

______. (1975). Análise do “modelo” brasileiro. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira.

______. (1978). Criatividade e dependência na civilização ocidental. Rio de Janeiro: Paz e Terra.

______. (1980). Pequena introdução ao desenvolvimento. Rio de Janeiro: Editora Nacional.

______. (1984). O Nordeste: reflexões sobre uma política alternativa de desenvolvimento. In: CENTRO INTERNACIONAL CELSO FURTADO (2009). O pensamento de Celso Furtado e o Nordeste hoje. Rio de Janeiro: Contraponto.

______. (1985). Desenvolvimento e cultura. MASCARENHAS, S. (org.). (1985). Raízes e perspectivas do Brasil. Campinas: Papirus.

______. (1989). A fantasia desfeita. São Paulo: Paz e Terra.

______. (1992a). Brasil: a construção interrompida. São Paulo: Paz e Terra.

______. (1998). O capitalismo global. São Paulo: Paz e Terra.

______. (1999). O longo amanhecer: reflexões sobre a formação do Brasil. São Paulo: Paz e Terra.

______. (2002). Em busca de novo modelo: reflexões sobre a crise contemporânea. São Paulo: Paz e Terra.

______. (2003). Discurso de Celso Furtado proferido na cerimônia de recriação da Sudene. In: ALENCAR JR., J. S. (org.) (2005). Celso Furtado e o desenvolvimento regional. Fortaleza: Banco do Nordeste do Brasil (BNB).

RANGEL, I. (2005). Obras reunidas. Rio de Janeiro: Contraponto.

Periódicos

BRANDÃO, C. (2008). O compromisso com a (n)ação em Celso Furtado: notas sobre seu sistema teórico-analítico. In: Economia-Ensaios, (22): 2, 29-49.

FURTADO, C. (1969). Esferas de influência e desenvolvimento: o caso da América Latina. In: Separata da Revista Análise Social, nº 25 e 26, Lisboa, p. 50-66.

______. (1970). Perfil da procura e perfil do investimento. In: Separata da Revista Análise Social, nº 27 e 28, Lisboa, p. 163-187.

______. (1992b). O subdesenvolvimento revisitado. In: Economia e Sociedade, Campinas (1): 5-19, agosto.

______. (1994). A superação do subdesenvolvimento. In: Economia e Sociedade, Campinas, (3): 37-42, dezembro.

______. (2000). Reflexões sobre a crise brasileira. In: Revista de Economia Política, 20 (4): 23-7, out./dez.

Documento eletrônico

EUROPEAN UNION (2009). http://europa.eu/pol/reg/index_en.htm. Regional policy.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




            

A edição n. 28 de Cadernos do Desenvolvimento teve apoio da Fundação Oswaldo Cruz, por meio do Projeto "Desafios para o Sistema Único de Saúde no contexto nacional e global de transformações sociais, econômicas e tecnológicas - CEIS 4.0" (Fiocruz/Fiotec)

 

CADERNOS do DESENVOLVIMENTO é uma publicação do
Centro Internacional Celso Furtado de Políticas para o Desenvolvimento

cadernos@centrocelsofurtado.org.br 

secretaria@centrocelsofurtado.org.br