1960. Sudene – resistência e desconfiança

Anderson Cardozo

Resumo


Aborda a reação negativa, por parte de uma parcela da população nordestina, à política da Sudene para desenvolver a região. A análise é baseada na coleta de informações obtidas em matérias de jornais da época, bem como a partir da literatura biográfica de Celso Furtado, de autores, que abordam o tema e de entrevistas com pessoas que vivenciaram o período (1960).


Texto completo:

PDF

Referências


CORREIA DE ANDRADE, M.. O Nordeste e a questão regional. São Paulo: Ática, 1988.

Dicionário Histórico Biográfico Brasileiro pós 1930. 2ª ed. Rio de Janeiro: Ed. FGV, 2001. Disponível em: http://cpdoc.fgv.br/producao/dossies/JK/biografias/celso_furtado

FURTADO, C.. A fantasia desfeita. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1989.

JORNAL DO COMMERCIO, março de 1960.

______. Junho de 1960.

OLIVEIRA, L.L. A criação da Sudene. Disponível em: www.cpdoc.fgv.br/nav_jk/htm/o_Brasil_de_JK/a_criacao_da_sudene.asp

______. A invenção do Nordeste. Disponível em: www.cpdoc.fgv.br/nav_jk/htm/o_Brasil_de_JK/A_invencao_do_nordeste.asp


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




            

A edição n. 28 de Cadernos do Desenvolvimento teve apoio da Fundação Oswaldo Cruz, por meio do Projeto "Desafios para o Sistema Único de Saúde no contexto nacional e global de transformações sociais, econômicas e tecnológicas - CEIS 4.0" (Fiocruz/Fiotec)

 

CADERNOS do DESENVOLVIMENTO é uma publicação do
Centro Internacional Celso Furtado de Políticas para o Desenvolvimento

cadernos@centrocelsofurtado.org.br 

secretaria@centrocelsofurtado.org.br