Brasil e Índia: uma relação especial

Suranjit Saha

Resumo


Quando, em 1974, o economista brasileiro Edmar Lisboa Bacha inventou o curioso termo “Belíndia”, como uma metáfora para descrever o Brasil, onde vivia uma pequena e próspera elite desfrutando um estilo de vida simbolizado pela Bélgica juntamente com a vasta maioria da população que sofria a misé­ria estereotipada pela Índia, ele certamente não teve tempo para parar e pen­sar que uma similar Belíndia podia existir dentro da própria Índia. Isso era característico, diante da muralha divisória de incompreensão que sempre exis­tiu entre os estudiosos de ambos os países. Para cada lado, o outro era apenas um distante lugar exótico quase no limite do mítico, não merecendo qualquer consideração séria como uma realidade viva. [CONTINUA]


Texto completo:

PDF

Referências


BACHA, Edmar L. “O Rei da Belíndia: uma fábula para tecnocratas”, Bacha Collection. Rio de Janeiro: Iepe/ Casa das Garças, 1974, pp. 57-61. Arquivo PDF disponível no site do Instituto de Estudos de Política Econômica, http://iepecdg.com.br/Arquivos/ArtigosBacha/Bel%EDndia.pdf, acessado em 29 de março de 2012.

BEATTIE, Alan. “Bush holds White House talks on Doha as US accused of blocking deal”. Financial Times, 11 de julho de 2006.

BUCKLEY, Chris. “Much-trumpeted Bric summit ends quietly”. Reuters, 17 de junho de 2009. Disponível em http://in.reuters.com/article/2009/06/17/idINIndia-40397420090617, acessado em 19 de março de 2012.

COSTA LIMA, Marcos Ferreira; SAHA, Suranjit Kumar. “Elementos para a construção de uma cooperação Brasil-Índia: inovação tecnológica e comércio internacional”. Carta Internacional, vol. 1, no 1, 2006, pp. 52-68.

DASGUPTA, Saibal. “Copenhagen conference: India, China plan joint exit”. Times of India, 28 de novembro de 2009. Disponível em http://articles.timesofindia.indiatimes. com/2009-11-28/india/28074806_1_rich-nations-india-and-china-copenhagen-con¬ference, acessado em 16 de março de 2012.

EICHENGREEN, Barry; GUPTA, Poonam. “Services Sector Growth: India’s Road to Economic Growth” Icrier Working Paper 249. Nova Délhi: Indian Council for Research on International Economic Relations, 2010.

FILGER, Sheldon. “Bric Summit Sees End of Dominance of U.S. Dollar”. Huffington Post, 17 de junho de 2009. Disponível em http:// www.huffingtonpost.com/sheldon-filger/bric-summit-sees-end-of-d_b_216463.html, acessado em 19 de março de 2012.

FOOK, Lye Liang; YANG, Zhang. “China in the Brics: Pursuing Closer Cooperation, Not Hegemony”. East Asian Policy, vol. 2, no 4, 2011, pp. 58-70.

FORD, Liz. “Kiribati climate change conference calls for urgent cash and action”. Guardian, 16 de novembro de 2010. Disponível em http://www.guardian.co.uk/global-development/2010/nov/16/kiribati-climate-changeconference-declaration, acessado em 16 de março de 2012.

GERDAU Media Center. “Gerdau and Kalyani form a joint venture in India”. Gerdau Media Center News, 22 de junho de 2007. Disponível em http://www.gerdau.com.br/media-center/noticias.aspx?language=en- US&Codigo=a40c11a8-c890-48dd-80a8- 12f3d0275a88.

GOSWAMI, Arti Grover; MATTOO, Aaditya; SÁEZ, Sebastián. “Exporting Services: Are the Drivers Different for Developing Countries”. In: GOSWAMI, Arti Grover; MATTOO, Aaditya; SÁEZ, Sebastián (eds.). Exporting Services: A developing Country Perspective. Washington: International Bank for Reconstruction and Development, 2012, pp. 25-80.

GYUSE, Terna. “Ibsa Opposes Measures Against Syria”. Inter-Press Service, 22 de agosto de 2011. Disponível em http://ips-news.net/news.asp?idnews=104851, acessa¬do em 16 de março de 2012.

INSTITUTO Cidadania. “Um Outro Brasil É Possível”, parágrafo 10 da seção 1 e parágrafo 1 da seção 2. PT Campaign Documents for the 2002 Elections, 2001. Disponível em http://www.lula.org.br/obrasil/documentos. asp, acessado em 11 de março de 2012.

JING, Li. “China rejects ‘invasive’ ICA on climate change”. China Daily, 6 de outubro de 2010. Disponível em http://www.chinadaily.com.cn/china/2010-10/06/con¬tent_11380607.htm, acessado em 16 de mar¬ço de 2012.

MARCHYSHYN, Maria. “Brics Leaders: Conclusions on Financial Crises, 2009- 2011”, Brics Information Centre, 21 de outubro de 2011. Disponível em http://www.brics.utoronto.ca/conclusions/fin-crisis-111021.pdf, acessado em 19 de março de 2012.

MARCONINI, Mário. “Underlying Lessons: Service Exports from Brazil”. In: GOSWAMI, Arti Grover; MATTOO, Aaditya; SÁEZ, Sebastián (eds.). Exporting Services: A developing Country Perspective. Washington: International Bank for Reconstruction and Development, 2012, pp. 269-308.

MATHUR, Somesh Kumar. “Indian IT Industry: A Performance Analysis and a Model for Possible Adoption”. MPRA Paper 2368. Munique: Biblioteca da Universidade de Munique, 2007.

MOREIRA, Mauricio Mesquita. India: Latin America’s Next Big Thing? Special Report on Integration and Trade. Nova York: Inter-American Bank, 2010.

NOGUEIRA, Saulo; NASSAR, André. “Dynamics of the Agri-Food Sector in India and Mercosur: differences, trends and potential complementarities”. Background paper preparado para o relatório do IADB India: Latin America’s Next Big Thing?., Nova York: Inter-American Development Bank, 2007.

O’NEILL, Jim. “Building Better Global Economic Brics”. Global Economics Paper no 66. Londres: Goldman Sachs Economic Research Group, 2001.

_______. BRICS and Beyond. Nova York: Goldman Sachs Economic Research Group, 2007.

ONGC Videsh. Information on ONGC Videsh Limited. Nova Délhi: Oil and Natural Gas Commission of India Videsh, 2011, pp. 1-21. Disponível em http://www.ongcindia.com/OVL%5COVL_Information_Aug_2011.pdf.

PARTIDO dos Trabalhadores. “Carta ao povo brasileiro”, parágrafo 21. PT Campaign Documents for the 2002 Elections, 2002. Disponível em http://www.lula.org.br/obrasil/documentos.asp, acessado em 11 de mar¬ço de 2012.

REUTERS. “Text-Communique from Bric summit in Brasilia”. Brasília Summit Communique, parágrafos 2 e 11. Disponível em http://www.reuters.com/article/2010/04/16/brics-statement-idUSN1513243520100416, acessado em 19 de março de 2012.

SARRES, Carolina. “Brasil discute Rio+20 com Índia, China e África do Sul”. Folha on-line, 25 de agosto de 2011. Disponível em http://www1.folha.uol.com.br/ambiente/965486- brasil-discute-rio20-com-india-china-e-africa-do-sul.shtml.

SINGH, Someshwar. “Focus: Assessing Doha Round Progress”. South Bulletin, no 123. Genebra: South Centre, pp. 1-10.

TATA Steel. “Hands on local logistics management in Brazil”, 2009. Disponível em http://www.tatasteelinternational.com/en/news/tupi_brazil_project.

TCS – Tata Consultancy Services. “Experience and Certainty: Brazil”, 2012. Disponível em http://www.tcs.com/worldwide/s_america/locations/brazil/Pages/default.aspx, acessado em 2 de abril de 2012.

THIRD World Network. “Basic ministers outline priorities for success in Durban”. TWN Info Service on Climate Change, 4 de novembro de 2011. Disponível em http://www.twnside.org.sg/title2/climate/info.service/2011/climate20111101.htm.

UNCTAD. World Investment Reports. Nova York: Conferências das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento, 2011 e anos anteriores.

WILSON, Dominic; PURUSHOTHAMAN, Roopa. “Dreaming with Brics: The Path to 2050”. Global Economic Paper, no 99. Nova York: Goldman Sachs Economic Research Group, 2003.

WILSON, Dominic; PURUSHOTHAMAN, Roopa; FIOTAKIS, Themistokolis. “The BRICS and Global Markets: Crude, Cars and Capital”. Global Economic Paper, no 118. Nova York: Goldman Sachs Economic Research Group, 2004, mimeografado.

WIPRO. “Possibilitar que os clientes na América Latina façam negócios de uma forma melhor”, 2012. Disponível em http://www.wipro.com/latinamerica/portuguese/, acessado em 2 de abril de 2012.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




            

A edição n. 28 de Cadernos do Desenvolvimento teve apoio da Fundação Oswaldo Cruz, por meio do Projeto "Desafios para o Sistema Único de Saúde no contexto nacional e global de transformações sociais, econômicas e tecnológicas - CEIS 4.0" (Fiocruz/Fiotec)

 

CADERNOS do DESENVOLVIMENTO é uma publicação do
Centro Internacional Celso Furtado de Políticas para o Desenvolvimento

cadernos@centrocelsofurtado.org.br 

secretaria@centrocelsofurtado.org.br