Projetos de desenvolvimento em disputa: o debate entre a Comissão Mista Brasil-Estados Unidos e o Grupo Misto Cepal-BNDE

Rafael Gumiero

Resumo


Nos anos 1950, a Comissão Mista Brasil-Estados Unidos (CMBEU) e o Grupo Misto Comissão Econômica para América Latina e Caribe (Cepal) — BNDE antecederam e concederam importantes subsídios através dos seus relatórios ao Plano de Metas. Nesse trabalho o objetivo é realizar a análise comparativa do relatório da CMBEU e o do Grupo Misto Cepal-BNDE, fazendo o balanço entre o diagnóstico, prognóstico e a metodologia propostos por eles. A hipótese é a de que o debate entre as Comissões Mistas gerou concordâncias e discordâncias, o que nos permite afirmar que houve dois projetos de desenvolvimento em disputa. O ponto central de divergência entre eles é na metodologia proposta para programar a industrialização: 1) a CMBEU recomendou a tese dos pontos de germinação, influenciada por Campos e posteriormente Hirschman complementou essa tese; 2) o Grupo Misto Cepal-BNDE optou pela tese do crescimento equilibrado, resultado do acirrado debate entre Nurkse e Furtado.


Texto completo:

PDF

Referências


BASTOS, Pedro Paulo Zahluth. (2006) A construção do Nacional-Desenvolvimentismo de Getúlio Vargas e a Dinâmica de interação entre Estado e Mercado nos Setores de base. Revista Econômica, Selecta, Brasília, v. 7, n. 4, 2006. pp. 239-75.

BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO (BNDE). (1957) O Desenvolvimento Econômico do Brasil: bases de um programa de desenvolvimento para o período de 1955-62. In: Análise e projeções do desenvolvimento econômico. Rio de Janeiro: BNDE. 1957.

BRASIL. (2008) Relatório da Comissão Mista Brasil-Estados Unidos. In: Memórias do Desenvolvimento, Rio de Janeiro, julho de 2008, ano 2, nº 2: Centro Internacional Celso Furtado de Políticas para o Desenvolvimento. 2008.

BIELSCHOWSKY, Ricardo. Pensamento Econômico Brasileiro: O Ciclo Ideológico do Desenvolvimentismo. 5. ed. Rio de Janeiro: Contraponto. 2000.

COMISSÃO ECONÔMICA PARA AMÉRICA LATINA (CEPAL). (1957) Introdução à Técnica de Programação. In: Análise e projeções do desenvolvimento econômico. Rio de Janeiro: BNDE. 1957.

CEPÊDA, Vera Alves (1998) Raízes do pensamento político de Celso Furtado: desenvolvimento, nacionalidade e Estado democrático. 236f. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) Faculdade de Filosófica, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo. 1998.

CAMPOS, Roberto de Oliveira. (1963) Economia, planejamento e nacionalismo. Rio de Janeiro, RJ: Associação Promotora de Estudos da Economia. 1963.

______. (1994) A Lanterna na Popa: memórias. Rio de Janeiro: Topbooks. 1994.

DRAIBE, Sonia. (2004) Rumos e metamorfoses: um estudo sobre a constituição do Estado e as alternativas da industrialização no Brasil: 1930-1961. Edição 2. ed. São Paulo, SP: Paz e Terra. 2004.

FURTADO, Celso. (1963) Desenvolvimento e Subdesenvolvimento. 2ª. Ed. Rio de Janeiro: Ed. Fundo de Cultura. 1963.

______. (2000) Teoria e Política do Desenvolvimento Econômico. São Paulo: Paz e Terra. 2000.

______. (1985). A Fantasia Organizada. Rio de Janeiro: Paz e Terra. 1985.

GUMIERO, Rafael R. Gonçalves. (2011) Diálogo das teses do subdesenvolvimento de Rostow, Nurkse e Myrdal, com a teoria do desenvolvimento de Celso Furtado. 144f. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), São Carlos/SP. 2011.

HIRSCHMAN, Albert. (1961). Estratégia do desenvolvimento econômico. Rio de Janeiro, RJ: Fundo de Cultura. 1961.

MANTEGA, Guido. (1984) A Economia Política Brasileira. Petrópolis: Vozes. 1984.

MYRDAL, Gunnar. (1972) Teoria Econômica e Regiões Subdesenvolvidas. 3ª. ed. Rio de Janeiro: Editora Saga. 1972.

NURKSE, Ragnar. (1957) Problemas da Formação de Capital em Países Subdesenvolvidos. Editora Civilização Brasileira. Rio de Janeiro. 1957.

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA. (1958) Programa de Metas do Presidente Juscelino Kubitschek: estado do plano de desenvolvimento econômico em 30 de junho de 1958. Rio de Janeiro, Serviço de Documentação, vol I. 1958.

ROSENSTEIN-RODAN, P. N. (2010) Problemas de industrialização da Europa do Leste e do Sudeste. In: Agarwala; Singh (Org). A economia do subdesenvolvimento. Rio de Janeiro: Contraponto: Centro Internacional Celso Furtado. 2010.

ROSTOW, W. W. (1974) Etapas do desenvolvimento econômico. Rio de Janeiro: Zahar. 1974.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




            

A edição n. 28 de Cadernos do Desenvolvimento teve apoio da Fundação Oswaldo Cruz, por meio do Projeto "Desafios para o Sistema Único de Saúde no contexto nacional e global de transformações sociais, econômicas e tecnológicas - CEIS 4.0" (Fiocruz/Fiotec)

 

CADERNOS do DESENVOLVIMENTO é uma publicação do
Centro Internacional Celso Furtado de Políticas para o Desenvolvimento

cadernos@centrocelsofurtado.org.br 

secretaria@centrocelsofurtado.org.br